Amor à Primeira Vista { Blogagem Coletiva "Há Amor em Mim" }


Desde que me entendo por gente, na minha casa, sempre tive bichos de estimação. Normalmente cachorros, uns literais gatos-pingados.
E sempre gostei muito dos meus animais, mas numa boa, sem muito apego. E do mesmo jeito que vieram, foram. Morreram, fugiram, e por aí vai.
Quando vim pro Rio de Janeiro, por bastante tempo não pude ter animais, porque morava em apartamento mobiliado e achei que daria dor de cabeça, se o meu animal estragasse um móvel que não era meu.
Então, alguns meses depois de me mudar para um apartamento que teria a minha mobília, resolvemos adotar um cachorro.
Fomos à uma entidade que recebe animais abandonados. Lá, eles são separados por tamanho. Fomos à uma jaula grande, onde tinham mais ou menos uns 30 cachorros de pequeno porte, bons para apartamentos. Vimos todos, e nenhum nos encantou. Voltamos para a recepção, e começamos a fazer um tipo de cadastro. No fundo estávamos meio tristinhos, porque não tínhamos gostado de nenhum. Eis que vem uma outra pessoa, que perguntou:

- Vocês já conhecem o Ítalo?”

Nós, um pouco surpresos, respondemos que não. Eis então que ela tira o Ítalo de uma jaulinha pequena.
E aí vimos: um daschund misturado, que chamamos de “fakehund”. Ele tem 3 diferenças básicas para um original: o focinho não é tão pontudo e comprido, as patinhas são mais altas, e tem uma pelagem castanha na nuca, onde deveria ser todo preto. Fora isso, é igual.

Ele estava na jaulinha separada porque tinha acabado de ser castrado, padrão do estabelecimento: todo animal recém-chegado é castrado imediatamente.
Foi Amor à Primeira Vista. Sempre gostamos dessa raça. Tem um tio nosso que tem uma, e somos apaixonados por ela.
Ele estava mega medroso, desconfiadíssimo, mas foi para o colo de Achilles com muito amor, e deu uma lambida na orelha dele. Pronto, foi o suficiente.
Ali mesmo batemos o martelo que o levaríamos.

 Primeiro dia!

Daí em diante foi um aprendizado bilateral. Não apenas educamos um cachorro, mas fomos educados também. Trazer um cachorro adulto pra casa era uma incógnita. Não conhecíamos seus hábitos, não sabíamos como ele era.
Ao longo do tempo Ítalo foi se mostrando um cachorro muito calmo. Ele não late dentro de casa. É muitíssimo raro, somente quando quer chamar nossa atenção e é uma latida só. Na rua ele late normalmente, especialmente quando vê outro animal.

Que vida dura, hein?

É resmungão quando não tem o que quer ou quando é incomodado.
Foi complicado pra mim, que sempre tive cachorro em casa com quintal enorme, que o máximo de espaço que o cachorro tinha dentro da casa era a soleira da porta, aceitar um contato maior com o animal. Agora eu tenho cachorro no sofá, fico agarrada com ele o tempo todo, até durmo com ele, rs.

 Me empurrando e pedindo mais espaço pra ele no sofá. É mole?

E com isso veio um amor gigante. E é complemente perceptível o quanto ele é recíproco. Eu não sei explicar como, mas dá pra saber o quanto ele nos ama. E somos perdidamente apaixonados por ele. Ele é sossegado, amoroso, carinhoso, ansioso.
Vocês precisam ver como ele sabe o horário que cada um de nós chega, e fica prostrado junto à porta, olhando pra ela, esperando a gente chegar. E reclama, resmunga e suspira quando começa a demorar. Sim, ele é impaciente demais!

 Entediado, na antiga cama...

Ele twitta! Acreditem, ele twitta! Ou melhor, ele só lê os tweets. Traduzindo: parede externa do meu apê, na sala, onde ele fica, tem um buraco do ar condicionado, que tem uma madeira. Essa madeira fica levemente inclinada, e tem uma brechinha que trás o ar da rua. E nesse ar, todo o cheiro que ela tem. Então ele coloca bem ali o focinho, pra saber das novidades: quem pegou quem, quem fez o que não devia no lugar errado, quem tá doendo, sabe dos babados...

 Twittando!

Apesar dele ter tido uma fase braba de roer as coisas, onde eu perdi 2 sapatilhas, 3 sandálias havaianas (2 minhas e 1 de Achilles) e ganhei um buraco gigante no sofá, ainda assim o amor é maior. É o que eu digo: ter cachorro dá trabalho, dá gasto. Dá mesmo. Eu, que viajo sempre que dá, gasto uma graninha com canil pra ele ficar. Dá trabalho, dá prejuízo, às vezes a gente não tá afim de levar ele pra passear, mas eu digo: pra quem gosta mesmo de bicho, todos os contras são engolidos pelo imenso pró de ter um bicho que te ama.

Há muito amor em mim por ele, mas é nítida a quantidade de amor que há nele por mim. 

 #meama?

Quer ver mais fotos de Ítalo? Clica aqui e aqui.
Quer ver um video beeeem engraçado com ele? Aqui!
Agora que você já sabe o que a dona dele acha de toda essa história, descubra o que o dono acha, clicando aqui!
Para ver a blogagem coletiva de Esmaltes e Animais de Estimação, clique aqui.

Bjim,

 


*** Este texto faz parte da Blogagem Coletiva "Há amor em mim", promovida pela Elaine Gaspareto, em comemoração aos 3 anos do seu blog "Um pouco de mim".

17 comentários:

Vivian Moutinho disse...

Eu adotei dois! E foi uma das melhores coisas que eu fiz na vida! Sao meus filhos! =)

Fla disse...

Eu quero muito adotar um auau, mas primeiro preciso mudar para uma casa, no apê não dá.

Beijos

Fernanda Marinho disse...

Amei a história de vcs, tanto a sua quanto ao do dono dele também.
Cresci com animais (cachorro, papagaio, faisão, galinhas, marrecos, jabutis, até paca tínhamos), mas confesso que cachorro é complicado. Hoje temos uma calopsita e três agapornis.
Para se ter um animalzinho, assim como um filho, requer renúncias.
Que o Ítalo encha a casa de vocês de muita alegria. Twittando onde já se viu?!

Bjs.
Fernanda

eva disse...

Adorei saber desta história, amo animais e eles nos fazem um bem enorme. Trazem muito amor para nossas vidas. Acho que eles acabam também nos escolhendo.
Beijos

Lidi e Paulo disse...

Ainn q fofo... Ameii!!!


Uma ótima noite;

Beijoquinhas :*

Neli Rodrigues disse...

Fiquei encantada com seu Italo.
É mto parecido com meu Ted, mas o meu é marrom.
Adorei a última foto, tá perfeita.
Tb tô na BC e tb abri meu coração, aliás, acho que todas nós que estamos participando.
Bjs♥

Veronica Kraemer disse...

Clarinha querida, chorei de amor lendo seu post!!!
Eu amoooooooooooo animais e o Ítalo é apaixonante!!!
Lindo o texto, perfeitas as lições de vida!!!
Muito obrigada por este post tão lindo!!!
Beijossssssssssss
Vero

Caroline disse...

Clara!
Que lindo! Estou encantada! Tenho a Violeta a pouco tempo e já sinto esse amor, ela é a nossa vida! E sabe que o Ítalo tem as mesmas manias delas talvez é da raça! Eu sempre digo animais são tudo de bom, dá trabalho mesmo, mas vale a pena!
Grande beijo para vc e pro seu Ítalo.

Dona Amélia disse...

Ah, que fofo ele...
Os cães são tão carinhosos, não entendo quem não os ama!

Xerinhos
Paty

Esther disse...

Vim aqui deixar um comentário na sua #sextacriativa e me derreti toda pelo Ítalo.
A história aqui em casa é igualzinha...como meu marido diz, o software desses salsichinhas é o mesmo :P

Dá uma apertada bem gostosa nele por mim?

Bjs

Bel Rech disse...

É uma declaração que existe amor em vc...
Paz e bem

Joana disse...

Clara de Deus!!!!
Que prazer imenso ler esse texto de declaração explícita de amor a esse ser tão especial! Estou apaixonada por ele. E essa carinha de "dó' da última foto? Tive uma "bassê" pequenina, marronzinha, idêntica ao da propaganda da cofap. Se chamava Malu. Saudades...
Beijinhos, com carinho

Iara disse...

Lindo o teu Italo, sempre digo esse amor que recebemos de nosso cãozinho faz o que damos ser mínimo.
Com certeza eles tem um amor enorme dentro deles.
Abraços

Elaine Gaspareto disse...

Clara,
Pronto! Me apaixonei por ti; e o Ítalo é lindo demais da conta!
Dá trabalho? Sim. Mas o amor dá trabalho. Se não for assim não tem grande valia, né?
Beijossssss

Vanessa disse...

Clara,

Chegando atrasada para conferir sua postagem no aniversário da Elaine. O Ìtalo é uma graça! Lindo post.

abraço

♥Soniaconsult♥ disse...

E como não amar?
Na minha opinião uma casa, um apartamento só é um lar quando se acrescenta nele quatro patinhas de amor!
Parabéns pelo Ítalo.
Dá um cheiro entre as orelhinhas dele por mim e um lambeijo na pontinha do focinho.
Obrigada por compartilhar este amor.
bjos

♥Soniaconsult♥ disse...

SE quiser conhecer a minha Lethy

http://lethymeureino.blogspot.com/

https://www.facebook.com/LindaLethy

Postar um comentário

Dá um pitaco você também!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...